Como gerenciar adequadamente meus ativos

Como gerenciar adequadamente meus ativos
Herança

Como posso gerenciar meus ativos adequadamente? Otimizar a gestão dos seus ativos é essencial para garanta seu futuro financeiro e realizar projetos pessoais. Quer tenha poucos ou muitos bens, é fundamental organizá-los bem, fazê-los crescer e antecipar a sua transmissão futura.

No entanto, entre produtos financeiros complexos, mudanças nos impostos e os altos e baixos da vida, nem sempre é fácil navegar. Muitos sentem-se desamparados e, por isso, adiam este trabalho, que é, no entanto, crucial para a sua situação financeira global.

Através deste artigo escrito com profissionais de consultoria patrimonial, quero dar-lhe chaves práticas para ver as coisas com mais clareza. Juntos discutiremos como analisar com calma a sua situação atual, definir os seus objetivos de médio e longo prazo, bem como implementar estratégias adequadas para alcançá-los.

Receba um bônus de 200% após seu primeiro depósito. Use este código promocional: argent2035

O meu objetivo é permitir-lhe abordar a gestão dos seus ativos com mais tranquilidade, para que possa ser uma verdadeira alavanca na concretização dos seus projetos. Siga o guia para finalmente se tornar um ator informado sobre seu futuro financeiro!

🥀 Proteja seus ativos contra riscos à saúde

A ocorrência de um grave problema de saúde, acidente ou morte prematura em uma família pode comprometer o equilíbrio financeiro com pesadas repercussões no patrimônio. Entre a perda de rendimentos ligada a licenças médicas e despesas de saúde, o impacto é considerável se não formos capazes de nos proteger.

Aqui estão os diferentes contratos que permitem proteger seus ativos contra riscos à saúde.

✔️ Seguro de cuidados de longo prazo

O seguro de cuidados de longa duração é uma modalidade de seguro privado que protege contra o risco de perda de autonomia. Funciona segundo o princípio de uma renda paga à pessoa dependente para lhe permitir financiar a assistência necessária à sua manutenção no domicílio ou num estabelecimento especializado.

Casas de apostasBônusAposte agora
SECRETO 1XBET✔️ Bônus : até € 1950 + 150 rodadas grátis
💸 Ampla variedade de jogos de caça-níqueis
🎁 Código Promocional : argent2035
✔️Bônus : até € 1500 + 150 rodadas grátis
💸 Ampla variedade de jogos de cassino
🎁 Código Promocional : argent2035
✔️ Bônus: até 1750 € + 290 CHF
💸 Portfólio de cassinos de primeira linha
🎁 Código Promocional : 200euros

O seguro de cuidados de longa duração ajuda a proteger contra as consequências financeiras da perda de autonomia. Se ficar dependente, a seguradora cobre a totalidade ou parte das despesas necessárias: despesas de ajuda domiciliária, colocação em estabelecimento especializado, adaptação de habitação, etc.

Também são fornecidas diárias. Este contrato cobre o restante a pagar uma vez deduzida a ajuda pública.

Para além do nível de dependência garantida, estude atentamente as especificações do seguro de dependência: montante do capital ou anuidade previsto, franquia eventual, condições de reavaliação, prazos e condições de aplicação das garantias, etc.

herança

Alguns contratos oferecem assistência para coordenar as partes interessadas. Compare também sua cobertura atual com a de seu cônjuge e ascendentes. O seguro de cuidados de longo prazo deve ser escolhido cuidadosamente para Protecção Total.

✔️Seguro de morte

O contrato de seguro de morte, também denominado seguro de vida por morte, garante o pagamento de um capital pré-definido aos beneficiários em caso de falecimento do segurado. Este capital permite que os entes queridos cubram os custos do funeral e da herança e compensem a perda de rendimentos. O valor deve ser definido de acordo com as reais necessidades dos beneficiários e do património existente.

A designação dos beneficiários é crucial no contrato de seguro de morte. Lembre-se de atualizá-lo regularmente em caso de mudança na situação familiar. Você pode optar por um único beneficiário ou dividir o capital entre várias pessoas. Uma cláusula de reversibilidade permite que o capital seja redistribuído em caso de falecimento do cônjuge, por exemplo.

Recomenda-se articular finamente o seguro de morte com um contrato de funeral. Este último permitirá financiar diretamente as despesas do funeral, retornando o capital da morte aos familiares para compensar a perda de renda sem onerar o patrimônio.

Designe um perto da confiança como beneficiário do contrato funerário para gerir o funeral como desejar. Uma estratégia ideal consiste em cobrir o funeral através de um contrato dedicado e garantir o excedente aos herdeiros.

✔️ Garantia funeral

O contrato funerário ou seguro funeral permite-lhe constituir um capital que será pago no momento do falecimento para financiar diretamente o funeral de acordo com a sua vontade. Isso evita que a família tenha que avançar fundos em caso de emergência. Os montantes poupados também geralmente se transformam num fundo euro seguro. Este contrato funerário proporciona, portanto, uma verdadeira tranquilidade.

Existem duas fórmulas: o fundo funerário que paga um montante fixo aos beneficiários para organizar livremente o funeral. Ou o contrato funerário que garante a cobertura do custo do funeral até um teto com um parceiro.

Em ambos os casos, o pré-financiamento garante esse aspecto. Para escolher o valor, estime com precisão o orçamento necessário para o seu funeral ideal.

Abordar a questão dos funerais nunca é fácil. No entanto, é aconselhável preparar isto com antecedência para evitar tomar decisões numa emergência emocional. Informe sua família sobre seus desejos específicos: tipo de cerimônia, local de sepultamento, aviso de funeral, flores, etc.

✔️ Seguro saúde complementar

O seguro de saúde é um sistema de proteção social que permite a cobertura total ou parcial das despesas de saúde. Pode ser complementado por seguro de saúde privado ou mútuo. No entanto, constitui o pilar da cobertura das despesas de saúde.

herança

O seguro de saúde complementar cobre cuidados de saúde e despesas não reembolsadas pelo Previdência Social : estouros de honorários, diárias hospitalares, próteses dentárias, osteopatia, etc.

Permite evitar o avanço de custos. Analise com atenção a tabela de garantias: taxa de reembolso de acordo com os itens, possíveis tetos, franquias, etc. Opte por garantias estendidas para uma cobertura completa.

Casas de apostasBônusAposte agora
✔️ Bônus : até € 1950 + 150 rodadas grátis
💸 Ampla variedade de jogos de caça-níqueis
🎁 Código Promocional : 200euros
✔️Bônus : até € 1500 + 150 rodadas grátis
💸 Ampla variedade de jogos de cassino
🎁 Código Promocional : 200euros
SECRETO 1XBET✔️ Bônus : até € 1950 + 150 rodadas grátis
💸 Ampla variedade de jogos de caça-níqueis
🎁 Código Promocional : WULLI

Privilegie fórmulas que incluam o reembolso de taxas em excesso em setores não contratados, a gestão do quarto privado, o pacote de maternidade ou mesmo garantias específicas de pool.

✔️ Garantia de perda de renda

A garantia de perda de rendimentos proporciona-lhe um rendimento de substituição em caso de baixa por doença ou acidente. Compensa a diminuição do salário por incapacidade ou invalidez.

Verifique os períodos de carência, o rendimento garantido, as modalidades de paragem abrangidas e a não caducidade em caso de invalidez permanente, nomeadamente. Esse rede de segurança financeira é essencial no caso de um desligamento prolongado.

É possível manter essa garantia após a aposentadoria. Os acidentes da vida não poupam ninguém! A pensão por invalidez será um bem-vindo complemento de renda em caso de problema grave ocorrido na velhice.

As contribuições são mínimas em relação à proteção prestada. Não cancele demais rapidamente seu seguro de perda de renda em antecipação à aposentadoria. Os perigos para a saúde não têm idade.

✔️ Seguro do mutuário

O seguro mutuário é um contrato de seguro que garante o reembolso de uma hipoteca ou empréstimo ao consumidor no caso de ocorrência de determinados eventos.

Receba um bônus de 200% após seu primeiro depósito. Use este código promocional oficial: argent2035

Obrigatório para todas as hipotecas, o seguro do mutuário reembolsa o empréstimo em caso de morte ou invalidez do segurado. Essa garantia evita que a dívida pese nos parentes. Analise bem o TEG com e sem seguro para comparar ofertas.

O questionário de saúde é baseado na taxa individualizada. Rever para cima a cobertura dos empréstimos para uma protecção mais forte. Aproveite para comparar os contratos oferecidos pelo banco e pelas seguradoras. Os preços variam significativamente dependendo das garantias e opções incluídas.

Estude detalhadamente as condições gerais do seguro tomador do empréstimo. Além da morte, certifique-se de que invalidez, incapacidade e perda de emprego também estão cobertos. Confira as cláusulas de reincidência e reincidência que evitam a caducidade do contrato.

🥀 Proteja meus ativos contra a inflação

Com a inflação, os preços de bens e serviços aumentam, o que pode ter um impacto impacto na sua poupança e seu poder de compra. Se você não tomar medidas para proteger seus ativos, corre o risco de perder valor com o tempo. Isso pode dificultar o alcance de suas metas financeiras de longo prazo.

✔️ Os efeitos deletérios da inflação sobre a poupança

Uma taxa de inflação elevada como a que vivemos actualmente tem um impacto muito negativo na poupança se não forem tomadas medidas de protecção contra ela. Na verdade, com o aumento geral dos preços, o nosso poder de compra diminui ano após ano se o nosso dinheiro na conta bancária não render nada ou muito pouco.

Com uma taxa de inflação de 5% como a actual, 100 euros colocados sem rendimento numa conta equivaleriam a apenas 95 euros em poder de compra no ano seguinte. O valor real das nossas poupanças disponíveis é, portanto, inexoravelmente corroído.

É por esta razão que é crucial aumente suas economias através de investimentos que ofereçam pelo menos um retorno igual ao nível da inflação. Caso contrário, ficaremos um pouco mais pobres todos os anos, apesar de acumularmos um monte de euros correntes nas nossas contas. Um verdadeiro paradoxo que deve ser resolvido rapidamente!

Casas de apostasBônusAposte agora
✔️ Bônus : até € 750 + 150 rodadas grátis
💸 Ampla variedade de jogos de caça-níqueis
🎁 Código Promocional : 200euros
💸 Criptos: Bitcoin, Dogecoin, Ethereum, USDT
✔️Bônus : até € 2000 + 150 rodadas grátis
💸 Ampla variedade de jogos de cassino
🎁 Criptos: Bitcoin, Dogecoin, Ethereum, USDT
✔️ Bônus: até 1750 € + 290 CHF
💸 Principais cassinos criptográficos
🎁 Criptos: Bitcoin, Dogecoin, Ethereum, USDT

A inflação age como um parasita que se alimenta do valor das nossas poupanças. É por isso que existem soluções para combater este flagelo, que detalharemos numa segunda etapa.

✔️ Aluguel de imóveis, um porto seguro comprovado

Você terá que aprender a administrar imóveis. Confrontados com a ameaça da inflação, os imóveis para arrendamento são um porto seguro comprovado para proteger o poder de compra. Na verdade, este investimento apresenta várias vantagens significativas na situação atual.

Em primeiro lugar, as rendas estão inerentemente indexadas à inflação. Todos os anos, são reavaliados com base no Índice de Referência de Rendas, que acompanha o aumento dos preços no consumidor. Portanto, o seu rendimento de arrendamento aumenta naturalmente à mesma taxa que a inflação, protegendo o seu poder de compra.

Além disso, o mercado imobiliário apresenta um défice estrutural. A procura é muito superior à oferta, especialmente em certos mercados restritos, como as grandes metrópoles. Seu imóvel será facilmente revendido e realugado, proporcionando segurança de longo prazo.

Por último, as taxas de crédito imobiliário ainda permanecem moderadas e constituem um efeito de alavanca interessante para os ativos de construção. O endividamento razoável continua a ser uma estratégia vencedora em tempos de inflação.

✔️ Ouro, proteção eficaz contra crises

O ouro é há muito considerado um refúgio financeiro e uma protecção eficaz contra crises económicas, nomeadamente a inflação. Durante períodos de inflação, o valor das moedas tende a diminuir, o que pode minar o poder de compra dos investidores. Contudo, o ouro geralmente mantém o seu valor intrínseco ao longo do tempo, tornando-o um activo atraente para a protecção da riqueza.

A principal razão por trás da resiliência do ouro à inflação é a sua natureza tangível e limitada. Ao contrário das moedas fiduciárias, que podem ser impressas em quantidades ilimitadas pelas autoridades monetárias, o ouro é um metal precioso que não pode ser reproduzido artificialmente em grandes quantidades. A sua escassez e procura constante fazem dele um activo tangível que mantém o seu valor através dos ciclos económicos.

Além disso, o ouro é frequentemente visto como uma forma de moeda universal, o que significa que mantém o seu valor à escala global. Os investidores procuram frequentemente alocar uma parte da sua carteira ao ouro como estratégia de diversificação, proporcionando proteção potencial contra a inflação e as flutuações dos mercados financeiros. Em tempos de incerteza económica, o ouro funciona muitas vezes como um porto seguro, atraindo investidores que procuram preservar a sua riqueza.

✔️ Mantenha-se investido no longo prazo

No caso de um aumento inflacionário, o erro seria entrar em pânico e vender todas as suas ações. Pelo contrário, recomenda-se manter o investimento no longo prazo para aproveitar a recuperação do mercado.

A principal armadilha é deixar seus investimentos no pior momento, sob a influência da emoção. Guarde seus bens, a situação acabará se estabilizando. Com estas soluções adaptadas, poderá atravessar este período turbulento com mais serenidade. Sua riqueza sairá consolidada.

🥀 Proteja meus bens em caso de divórcio

O que se torna minha propriedade em caso de divórcio ? O divórcio é sempre emocionalmente traumático. Mas também pode ter repercussões materiais e financeiras complexas dependendo do regime matrimonial.

Estareis assim mais bem equipados para enfrentar com calma esta provação, que também é delicada a nível material.

✔️Divisão de bens imóveis após divórcio

En cas de divorce, la première interrogation porte souvent sur le devenir du logement familial et des autres biens immobiliers communs. Tout dépend en réalité du régime matrimonial choisi lors du mariage. Dans le régime de la communauté, les biens achetés pendant le mariage sont considérés juridiquement comme possessions communes du couple, metade propriedade de cada cônjuge.

Assim, em caso de divórcio neste regime, os bens adquiridos em conjunto durante a união são divididos em partes estritamente iguais. Cada ex-cônjuge recebe 50% o valor da propriedade ou propriedades em questão.

herança

Por outro lado, no regime de separação de bens, nenhuma partição ocorre em caso de divórcio. Cada cônjuge permanece o proprietário exclusivo dos bens imóveis adquiridos antes e durante o casamento.

Assim, se a casa da família foi comprada por um dos cônjuges antes do casamento, esta propriedade reverte para ele na íntegra em caso de divórcio. Não há distinção entre posses pré e pós união.

✔️ Compartilhando poupanças e investimentos financeiros

Para além do imobiliário, o divórcio levanta também a questão da partilha de poupanças depositadas em contas bancárias, bem como de diversas aplicações financeiras, como seguros de vida. E aí, novamente, tudo depende do regime matrimonial inicial.

No âmbito da comunhão de bens, são consideradas as quantias colocadas em contas conjuntas e os contratos de seguro de vida celebrados em nome dos dois membros do casal considerado patrimônio comum.

Assim, em caso de divórcio, os saldos das contas bancárias conjuntas são partilhados em partes estritamente iguais, independentemente de qual dos cônjuges efetivamente contribuiu para essas contas. Todos recebem 50% dos valores disponíveis.

Sous le régime de la séparation de biens, point de partage concernant l’épargne et les placements : chaque époux reste propriétaire exclusif des comptes bancaires et contrats qu’il détient, qu’ils aient été constitués avant ou pendant le mariage. Chacun conserve donc l’intégralité de son épargne personnelle, les soldes de ses comptes individuels, ses contrats d’assurance vie, son PEA, seus investimentos no mercado de ações... Il não há distinção entre bens antes e depois do casamento.

✔️ A complexa questão da partilha de pensões após o divórcio

O divórcio também tem repercussões significativas nas pensões e anuidades de reforma dos ex-cônjuges. As regras são bastante complexas, mas é fundamental conhecê-las bem para defender os seus interesses.

Com efeito, o ex-cônjuge pode, em determinadas condições, ter direito a uma parte da pensão de reforma do ex-companheiro se este se encontrar numa situação financeira mais precária. Não é sistemático : vários critérios devem ser atendidos e solicitados expressamente.

Para poder receber parte da pensão do seu ex-cônjuge, deve reunir todas as seguintes condições:

  • Estão casados ​​há pelo menos menos de 2 anos antes do divórcio;
  • Não ter casado novamente após o divórcio;
  • Ser pelo menos idade mínima de 62 anos ou 60 anos em caso de incapacidade para o trabalho;
  • Justificar recursos pessoais abaixo de um teto fixado em € 21 por ano. Este limite é aumentado no caso de filhos dependentes.

Se todas estas condições forem satisfeitas, pode requerer a sua quota-parte durante a vida do seu ex-cônjuge. Após a morte dele, você também poderá reivindicar a clássica pensão de sobrevivência para viúvas e viúvos.

✔️ O papel essencial do benefício compensatório

Lors d’un divorce, les juges peuvent décider d’octroyer une prestation compensatoire à l’un des ex-conjoints, pour compenser une disparité trop importante dans les conditions de vie respectives après la rupture. Cette compensation est accordée par le juge au conjoint considéré comme le plus fragile financièrement suite au divorce, para evitar insegurança excessiva. As condições para obtenção são:

  • Um divórcio judicialmente pronunciado (excluindo, portanto, o divórcio por mútuo consentimento);
  • Uma diferença significativa no padrão de vida após o divórcio;
  • Capacidade contributiva do outro cônjuge para o financiar.

Este não é um vencimento automático: deve ser solicitado expressamente ao juiz do tribunal de família.

✔️ Pensão alimentícia para os filhos do casal

Além do subsídio compensatório, o divórcio implica também o pagamento de alimentos para suprir as necessidades dos filhos, independentemente do regime conjugal.

Esta obrigação continua enquanto a criança não é totalmente independente. O valor é definido de acordo com os recursos de cada progenitor e as necessidades da criança. É possível efetuar o pagamento direto entre os pais ou o apoio da CAF, principalmente se o devedor não pagar.

Despesas excepcionais (despesas médicas, mensalidades…) são partilhados proporcionalmente ao rendimento de cada progenitor. Também aqui, em caso de situação de conflito, o juiz decidirá com base nos interesses da criança e no nível de vida anterior do agregado familiar.

✔️ Otimize seu imposto sobre a riqueza após o divórcio

O divórcio às vezes resulta na transferência de bens de um ex-cônjuge para outro como parte da divisão. Do ponto de vista tributário é possível otimizar essas transferências. Se os bens imóveis conjuntos forem transferidos como parte do divórcio, cada cônjuge poderá beneficiar de deduções fiscais durante o período de propriedade da sua parte.

Uma vantagem a não perder no caso de revenda de um imóvel na sequência de um divórcio, especialmente se o seu valor aumentou muito.

Si le divorce implique le rachat de titres financiers détenus en commun, il est possible d’étaler sa plus-value imposable sur plusieurs années. Concrètement, la plus-value réalisée lors de la cession des titres à l’ex-conjoint est gelée fiscalement. Elle ne sera taxée que l’année où les fonds seront effectivement retirés. Cette technique permet d’amoindrir le montant à relatório todos os anos. A estudar caso a caso em função dos montantes envolvidos.

✔️ Otimize seu orçamento após o divórcio

Uma vez finalizado o divórcio e divididos os bens, é essencial reequilibrar o seu orçamento pessoal para manter o seu padrão de vida. Após anos de convivência, o divórcio implica automaticamente uma queda de rendimentos. É preciso adaptar seu estilo de vida para não ser pego de surpresa:

  • Reduza certas despesas restritas (moradia, carro, assinaturas, etc.)
  • Encontre renda adicional, se possível
  • Mergulhe em suas economias de forma comedida

Antecipar os principais itens de despesas a serem revistos. E obter ajuda de um consultor financeiro se necessário. Se o divórcio lhe concedeu capital proveniente da venda de bens comuns, invista-o de forma inteligente. Privilegie investimentos prudentes, disponíveis a qualquer momento para complementar os seus rendimentos.

🥀 Erros de gerenciamento de ativos a serem evitados

Otimizar a gestão do patrimônio pessoal é um exercício exigente. Entre os muitos investimentos possíveis, a evolução errática dos mercados e a tributação complexa, nem sempre é fácil fazer as escolhas certas. No entanto, alguns erros de gestão de patrimônio surgem com frequência e afetam o desempenho ou aumentam o risco do seu portfólio.

✔️ Focar excessivamente em retornos de curto prazo

Quando alguém está interessado em um investimento, o retorno exibido é, obviamente, um critério essencial. No entanto, um erro comum é focar apenas no desempenho imediato ou em 1-2 anos.

No entanto, para aumentar seu patrimônio no longo prazo, é muito melhor focar no rentabilidade em 5, 10 ou 20 anos. Os investimentos com os melhores retornos iniciais também costumam ser os mais arriscados no longo prazo. Eles os expõem a um alto risco de perda de capital em caso de desaceleração do mercado.

É necessário, portanto, adotar uma visão de longo prazo e privilegiar ativos mais sustentáveis, mesmo que sua lucratividade inicial é menor. O principal é buscar o melhor equilíbrio possível entre retorno e risco ao longo do tempo.

✔️ Veja apenas o rendimento bruto sem levar em conta taxas

O rendimento ou rendimento anual apresentado na comunicação designa o rendimento bruto, antes das taxas e antes dos impostos. No entanto, para estimar corretamente a rentabilidade real de um investimento, é fundamental considerar o retorno líquido, após a dedução de todos os custos relacionados a esse investimento. Essas taxas podem colheita de 1 a 4% retorno a cada ano em função dos investimentos.

herança

Estes incluem taxas de administração anuais para um fundo de investimento, taxas de entrada ou arbitragem para seguros de vida, taxas de transação para imóvel alugado...

Esses custos recorrentes consomem uma parte significativa do desempenho. É, portanto, imperativo tê-los em conta na sua análise comparativa dos vários investimentos considerados.

✔️ Colocar todos os ovos na mesma cesta por falta de diversificação

Este é um princípio básico na gestão de patrimônio: diversificação de investimentos é fundamental para otimizar o par retorno/risco. Ao concentrar todos os seus investimentos numa única classe de ativos (ações, obrigações, imóveis, etc.), expõe-se a um risco acrescido em caso de mau desempenho deste mercado.

Por outro lado, cuidando para distribuir bem seus ativos em diferentes tipos de investimentos com pouca correlação entre eles, o risco geral é consideravelmente reduzido.

Assim, deter ações, fundos imobiliários, seguros de vida unit-linked, produtos de taxas de juros e dinheiro é essencial para diversificar os riscos e reunir os retornos.

✔️ Ignore custos recorrentes que impactam a lucratividade

Como mencionado acima, os custos gerados pelos investimentos (taxas de administração, taxas de entrada, taxas de arbitragem, taxas de transação…) reduzem seu retorno líquido para o poupador no mesmo valor.

No entanto, esses custos são muitas vezes negligenciados ou subestimados pelos indivíduos ao tomar decisões de investimento. Eles se concentram no retorno bruto ou no desempenho passado, obscurecendo o impacto das taxas.

No entanto, a longo prazo, esses custos recorrentes podem reduzir significativamente a rentabilidade de um investimento. É, portanto, essencial integrar plenamente esta dimensão na análise comparativa do par retorno/risco. Para otimizar seu patrimônio, veja bem os custos é tão importante quanto o desempenho.

Assim, os ETFs de ações de baixo custo se tornarão muito mais lucrativos do que um fundo de ações de alto custo, mesmo que seu desempenho bruto seja semelhantes antes dos custos.

✔️ Dar muita importância ao desempenho passado

"O desempenho passado não garante o desempenho futuro“. Esta frase ritual em documentos comerciais contém uma grande verdade.

Na gestão de patrimônio, é tentador priorizar os investimentos que apresentam os melhores retornos passou mais de 5 ou 10 anos. Aqueles que tiveram o melhor desempenho no passado parecem ser os mais propensos a continuar seu ímpeto.

No entanto, os mercados financeiros estão em constante evolução e os contextos em mudança tornam qualquer previsão arriscada. Quem teria previu há 10 anos o colapso títulos ou o boom imobiliário?

Em vez de confiar apenas em um histórico lisonjeiro, é melhor estudar os fundamentos e as perspectivas futuras de um investimento com mais profundidade antes de decidir investir. A solidez e o potencial futuro prevalecem sobre o desempenho já alcançado.

✔️ Tome decisões movidas pela emoção

L’investissement patrimonial requiert du recul et de la rationalité pour prendre les bonnes décisions. Malheureusement, l’émotion peut aussi jouer de mauvais tours aux particuliers. Vous devrez par conséquent avoir une intelligence émotionnelle solide.

Por exemplo, alguns ficam tentados a vender todos os seus investimentos em pânico durante uma violenta quebra do mercado de ações. Por outro lado, outros são levados a investir excessivamente em activos altamente especulativos numa bolha, por medo de perder uma oportunidade.

Tomar decisões emocionais diante da alta volatilidade do mercado geralmente leva a erros caros. É muito melhor manter a compostura e o discernimento em todos os contextos.

✔️ Negociar demais sem uma estratégia real de longo prazo

Certains particuliers addicts aux marchés finissent par multiplier les allers-retours entre placements de façon irraisonnée et émotionnelle. Or, cette instabilité génère des frais de transaction élevés qui grèvent significativement les rendements. De plus, ce “trading”O compulsivo é feito na maioria das vezes sem uma estratégia real de ativos de longo prazo.

Pelo contrário, uma alocação de activos é óptima quando é definida racionalmente de acordo com os seus objectivos, e depois ajustada gradualmente de acordo com as mudanças nos mercados e a sua situação.

✔️ Não levando em conta o impacto da inflação

A inflação, mesmo moderada, corrói todos os anos pouco do valor de seus ativos não investidos. A longo prazo, o seu impacto está longe de ser negligenciável.

Um exemplo: com apenas 2% de inflação anual, 100€ depositados na sua conta à ordem perderão 000% do seu valor em poder de compra ao longo do cerca de 10 ans.

Portanto, é essencial considerar regularmente o efeito da inflação na avaliação de seus investimentos. Certas classes de ativos possibilitam justamente a proteção contra a inflação.

✔️ Negligenciar otimizações fiscais

Mesmo com um retorno bruto equivalente, a tributação aplicável a dois investimentos pode variar muito e impactar o retorno líquido recebido.

Saiba como otimizar a tributação do seu patrimônio utilizando envelopes dedicados (ERVILHA, seguro de vida...) é, portanto, crucial. Isso pode lhe render vários pontos de retorno líquido a cada ano por meio de impostos e contribuições sociais reduzidas.

Uma abordagem patrimonial que tenha em conta a dimensão fiscal em profundidade torna-se essencial para além de uma determinada quantidade de activos. Le conseil d’un professionnel est alors souvent nécessaires. Vous pouvez consulter notre agência de marketing digital.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*